FUTURO PASSADO KOSELLECK PDF

Reinhart Koselleck – Futuro Uploaded by Ribeiro Filho. Copyright: © All Rights Reserved. Download as PDF or read online from Scribd. Flag for. Abre-se o caminho para a criação da filosofia da história, que pretende apreender o passado, o presente e o futuro como uma totalidade dotada de sentido. Buy Futuro Passado (Em Portuguese do Brasil) by Reinhart Koselleck (ISBN: ) from Amazon’s Book Store. Everyday low prices and free.

Author: Shajinn Mezishicage
Country: Tunisia
Language: English (Spanish)
Genre: Music
Published (Last): 9 May 2017
Pages: 128
PDF File Size: 1.96 Mb
ePub File Size: 15.72 Mb
ISBN: 567-1-32182-159-1
Downloads: 67451
Price: Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader: Zulmaran

Contraponto Editora

Sob tal perspectiva, o advento da boa fortuna apenas a conseqncia de uma poltica racionalmente dirigida. Assim, o historiador v-se na necessidade de arriscar proposies. Do ponto de vista da teoria do conhecimento, o espao contemporneo da experincia torna-se o centro de todas as histrias.

Nenhum movimento histrico pode ser suficientemente conhecido com os mesmos conceitos antagnicos com que foi vivido ou compreendido pelos que dele participaram. Ela perdeu a caracterstica que a obrigava a ser sempre igual a si mesma. S ela pode preservar inclume o contedo factual contra as vises unilaterais guiadas pelo interesse de poucos, “s ela pode fazer valer as circunstncias que j se encontravam ali antes”.

No possvel investigar aqui as analogias. Poel confirmava esse estado de coisas: Que tais experincias no escaparam compreenso dos contemporneos de ento mostra-o a moeda comemorativa que a cidade de Kolberg cunhou emdepois de ter sido libertada dos 23 mil russos que a sitiavam.

Para elucidar isso precisamos nos reportar mais uma vez a Archenholtz. Temos de buscar na histria um objetivo universal, o objetivo final do mundo. O “projeto fundamental”, o verdadeiro motivo para a Frana teria sido “[conquistar] o principado de Hanver para assim alcanar melhores perspectivas na Amrica”. A Fortuna no aqui um substituto da causalidade, ela se antecipa ao acontecimento.

Mas, na estrutura causai, permanece em segundo plano, ainda que parea ter sido a primeira e nica a agir. Even those who invoked their knowledge of the past could not avoid confirming the incomparability of the Revolution.

Tambm a concepo metodolgica e o prprio know-how do ofcio do historiador alteraram a relao das dimenses temporais entre si. A doutrina do perspectivismo histrico certamente ajudou a cunhar a historicidade do mundo moderno, mas a disputa entre os defensores da objetividade e os representantes da parcialidade dividiu o campo, sem que isso prejudicasse a grande contribuio de ambos os lados para os estudos historiogrficos.

  18SOUND 6ND430 PDF

Com a temporalizao das perspectivas o problema se torna ainda mais complexo, uma vez que tambm a histria da recepo e do efeito dos acontecimentos anteriores passa a fazer parte dopatrimnio da experincia da “histria em geral”, sobre a qual se fundamentam as histrias singulares. Uma narrao imparcial no pode significar o mesmo que narrar algo sem ter um ponto de vista, pois isso impossvel; por sua vez, narrar algo de forma parcial no pode significar o mesmo que narrar segundo seu prprio [do narrador] ponto de vista, pois, nesse caso, todas as narrativas seriam igualmente parciais.

KOSELLECK Reinhart Futuro Passado

Mas pode pxssado que Hegel tenha cunhado aqui um clich, uma frmula vazia, que pode ser preenchida de cada vez com um significado diferente, ao longo da histria. Mas a investigao do passado no foi a nica resposta encontrada frente acelerao da histria. Surge da uma dinmica da negao do outro, que praticamente no era conhecida na Antigidade no-crist. Sob esse aspecto, o futuro passado, assim com o futuro em devir, so sempre frutos do acaso.

O mtodo histrico tem uma racionalidade prpria. O uso dos termos “ponto de vista” [Sehepunkt], “posio” ou “ponto de observao” [Standort ou Standpunkt] tornou-se cada vez mais freqente. Frederico se despedia assim da velha Fortuna de Maquiavel, mas sem renunciar completamente aos seus significados.

Uma unidade de ao poltica e social s se constitui por meio de conceitos pelos quais ela se delimita, excluindo outras, de modo a determinar a si mesma. Se, com isso, o conhecimento histrico se torna satisfatrio, mais do que quando Fortuna estava em jogo, uma questo que deve ser retomada.

Quando a história também é futuro: as concepções de tempo passado, de futuro e do

Trata-se aqui de um acaso preguioso, que dispensa explicaes mais longas e a necessidade de autocrtica. Sorry, but Javascript is not enabled in your browser! O que entre os kkselleck apenas fora insinuado, passa agora a ser central no par de conceitos “cristos e pagos”. Da mesma forma, as novas posies continuaram a validar “fatos” anteriores sem prejuzo da formao de novos juzos sobre eles.

  ENTEROBIUS VERMICULARIS MORFOLOGIA PDF

Trivia About Futures Past: Depois de klselleck o que foi dito, acredita-se que se faz necessria uma delimitao das fontes e sua crtica mais koselleco do que aquela que se vem fazendo no horizonte da teoria da interpretao histrica. Da no resulta, entretanto, que o futuro se subtraia terminantemente a qualquer ensinamento que venha da histria. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author’s name.

This being the case, conclusions drawn from the past about the future not only seem out of place but also appear impossible. A ela foi possvel, da mesma forma que a Herdoto, compreender trs diferentes geraes, a fim futro recuperar acontecimentos passados valendo-se do testemunho auditivo de sobreviventes, conferindo assim credibilidade ao contedo narrado. Para Aristteles no foi fcil refutar o argumento sofista14 pazsado que todos helenos, brbaros e escravos seriam iguais por natureza, diferindo apenas em virtude da lei e da atividade.

Logo colocam-se novas questes em relao ao passado, que nos levam a repensar a histria, a observ-la sob outros olhos, a demandar novas investigaes.

As mudanas estruturais de longo prazo, com intervalos de tempo cada vez mais curtos, resultam em predies que tm por objeto no mais eventos concretos singulares, mas sim as futuroo de um determinado futuro possvel.

A obrigao de tomar partido e sua elaborao historiogrfica No mbito da historiografia alem, o conceito de “partido”, at o sculo XVIII, encontrava-se associado a divises de cunho confessional e s respectivas frentes de luta.

This book is not yet featured on Listopia.

This article was written by admin